Por Robert Dickie

Publicado 27 de janeiro de 2013 | FoxNews.com

Segundo este relatório, em 2013 um terço de americanos (EUA) saíram à procura de trabalho. Isso é maior do que os mais de 23 milhões de estadunidenses que estão desempregados ou subempregados, incluindo os requerentes desencorajados que desistiram da procura. 12,5 milhões estão ativamente à procura de trabalho, e 8 milhões de pessoas com empregos em tempo parcial precisam de emprego tempo integral.

Na economia de hoje, um trabalho já não é algo que se vê apenas como empregador e empregado “até que a morte nos separe”. De acordo com o Bureau of Labor Statistics, em média as pessoas trabalham em 10 a 15 postos de trabalho/empregos durante sua vida.

Após 35 anos ajudando pessoas a alcançar carreira e objetivos financeiros, Crown Financial International aconselhou milhões de pessoas no desenvolvimento de suas vidas profissionais. Para começar a trabalhar este ano, veja as oito dicas comprovadas para encontrar o emprego dos sonhos.

1. Aceite Responsabilidade

Seu próximo grande trabalho começa com você. Nenhuma economia, partido político, situação econômica ou empresa pode ser responsável por seu sucesso. Comece sua busca de emprego sabendo que você pode fazer isso. Como Thomas Jefferson observou: “Nada pode parar o homem com a atitude mental correta de atingir seu objetivo; nada na terra pode ajudar o homem com a atitude mental errada “.

2. Conheça-se

Conhecer a si mesmo é o primeiro passo para a criação de uma carreira que vai atender às suas metas nesta vida. Ferramentas de avaliação tais como Career Direct® e outros, ajudam a fornecer um roteiro para a descoberta das suas maiores forças e habilidades. Antes de investir anos de sua vida ou possivelmente milhares de reais em educação, tenha tempo para refletir sobre onde você quer estar, e quais são seus pontos fortes. Não gaste tempo pesquisando o próximo carro que você pretende comprar mais do que você gasta pesquisando sua carreira e seus interesses.

3. Encontre um Mentor

Se for ramificar para algo novo, encontre um mentor. Ganhe alguma experiência de trabalho ou de serviço voluntário nesse ramo, e familiarize-se com o setor/área que sempre te chamou a atenção através do conhecimento de pessoas influentes nesse área. No entanto, tenha o cuidado de tornar esse relacionamento mútuo. Respeite o tempo dele, e tente anotar seus conselhos frequentemente. Um grande mentor será uma pessoa com um longo histórico de sucesso comprovado em sua área.

4. Encontre e “possua” um nicho

Em uma sociedade cada vez mais especializada, considere os seus pontos fortes em seu campo e se tornar “o” especialista. Em vez de tentar ser um generalista, desenvolva habilidades em seu nicho e “venda” ativamente sua expertise. Considere começar um blog onde você rotineiramente da conselhos, envolvendo-se com outros pensadores da sua área. Desenvolva palestras ou sessões de treinamentos de habilidades que você possa ensinar, e venda para o mercado e grupos que possam se beneficiar de seus talentos, tornando-os clientes. Muitos postos de trabalho tempo integral vêm de relacionamentos de consultores que enxergam o trabalho a longo prazo.

5. Venda-se

Você é o seu melhor produto! Você deve vender-se digitalmente para que as pessoas possam encontrá-lo e saber quem você é. Use as redes sociais como o LinkedIn, Facebook, e Twitter.

Considere investir em um site ou blog para si mesmo – com seu nome – para que os potenciais clientes podem facilmente encontrá-lo.

Além disso, faça alguma faxina virtual. Potenciais empregadores irão olhar o seu Facebook e em outros locais online para conhecer melhor as pessoas que eles pretendem contratar. Veja essas contas de mídia social e o seu blog como uma extensão do seu currículo. Na verdade, a maioria dos empregadores irão olhar isso antes mesmo de ver um currículo, uma vez que são mais propensos contratarem por causa dos tipos de amigos e seus contatos de rede. Será que o seu perfil te mostra como um executivo ou um estudante de faculdade fanfarrão?

6. Crie sua rede (networking)

Nessa pesquisa feita apenas com pessoas que encontraram emprego, 77% delas não conseguiram trabalho através de anúncios de emprego. Sites de busca de emprego são geralmente uma boa opção para encontrar trabalho de nível básico e médio (e não é uma coisa ruim), mas para realização de carreira a longo prazo, nada supera as conexões pessoais. Junte-se a empresas locais de RH. Envolva-se em sua comunidade através do voluntariado com organizações sem fins lucrativos. Conectar-se com agência de trabalhos temporários pode te ajudar a abrir vagas de emprego definitivo.

Veja o networking como um trabalho de tempo integral, e fazer algo todos os dias ajuda a construir e manter esse network. Na verdade, nunca almoce sozinho; cada almoço e jantar conta. Existe um mercado de trabalho não listado com os empresários, que ficam de olho procurando pessoas disponíveis e talentosas.

7. Junte-se à Economia dos Trabalhadores Autônomos (Profissionais liberais, micro empreendedores individuais, trabalhadores temporários sem carteira assinada).

Emprego de tempo parcial e trabalhadores autônomos estão, de fato, se tornando o padrão, e o mercado de trabalho mundial está transicionando para um mercado de trabalhadores autônomos, ou de tempo parcial. Eles tem oportunidades flexíveis e muitas vezes em curto prazo conseguem renda de longo prazo. Conforme relatado no US Today, “Muitas empresas planejam trazer mais trabalhadores de tempo parcial no próximo ano, cortando as horas dos trabalhadores de tempo integral ou restringindo contratações”, de modo que o trabalho de tempo parcial/autônomo pode ser a sua melhor oferta. Pessoas desempregadas a muito tempo é um sinal ruim para os responsáveis pela contratação.

Em uma pesquisa relatada na revista Forbes, gestores dizem que pessoas sem trabalho à mais de dois anos foram vistos mais negativamente que as pessoas com antecedentes criminais, mesmo mantendo um trabalho. No entanto, estar desempregado entre 6 meses e um ano não era uma preocupação para a maioria dos gerentes.

8. Seja persistente

Encontrar uma grande carreira pode levar algum tempo. Mas não pare sua procura de trabalho após levar um currículo em um RH ou enviar através de um site online. Convide seu chefe em potencial para um almoço. Participe de eventos da empresa. Busque oportunidades criativas para satisfazer as pessoas que tomam as principais decisões. Considere pedir uma entrevista de emprego, mesmo que a empresa não esteja contratando ainda. E use qualquer coisa para iniciar uma conversa sobre como você pode ajudá-los a atingir as metas da empresa no ano seguinte.


Texto traduzido e adaptado por Samuel Costa.

Caso queira ajuda para se conhecer, e conhecer o desígnio e projeto de Deus para sua vida, entre em contato conosco e faça a Consultoria de Carreiras Career Direct®. Mesmo sendo um profissional, você pode alinhar as suas expectativas a forma como Deus te criou, e ter um papel relevante na sociedade.

Samuel e Débora Costa
Palestrantes, Colaboradores e Treinadores da UDF.
www.samueledebora.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *