Parece o título de uma música sertaneja de sucesso, mas essa frase é bem mais antiga do que parece. Não temos ideia de quão disputado é nosso coração. Até percebermos que existe uma batalha enorme entre Deus e as coisas do mundo (o mundo jaz do maligno), não teremos noção do sacrifício de Jesus por nós.

Apesar de sermos criados com o livre arbítrio, não fomos criados para nós mesmos e sim para decidir com quem ficar. Deus nos deu a opção de adorá-lo. Nós podemos ser fiéis a Ele ou ao mundo. Podemos escolher em satisfazer a nossa carne ou entregar nosso coração inteiramente a Deus.

Tudo foi feito para te agradar. As imagens e sons das propagandas de TV são feitas para te atrair. Os bancos fazem de tudo para dizer que você precisa fazer um empréstimo, financiar um carro ou comprar uma casa parcelada em décadas. Os outdoors são feitos com cores que chamam a atenção. Usam mulheres seminuas para cativar os olhares masculinos. Usam o sentimentalismo exagerado e tramas a perder de vista para atrair os sentimentos femininos nas novelas.

Agora pense nisso: Deus mandou seu único filho para nos salvar. Ele viveu na terra 33 anos e apesar de ter amado a todos, feito coisas que nunca tinham visto antes, ressuscitado pessoas, curado e feito maravilhas por onde ia, no final as pessoas o crucificaram. Fizeram dele a pior escória do seu tempo. O chicotearam, colocaram sobre sua cabeça uma coroa de espinhos, carregou um tronco de madeira por quase 2 km, crucificaram-no na cruz, furaram seu costado com uma lança… fora toda a humilhação de ser cuspido, zombado, etc.

Existem dois lados competindo pelo nosso coração. Seu coração fica no meio: de um lado está Deus com todo o preço que Jesus pagou através de seu filho e do outro está o mundo com tudo o que o diabo pode oferecer.

Deus quer teu coração a qualquer custo e esse custo é o mais alto do mundo: Seu Filho! Com ele temos vida eterna. O mundo por sua vez tenta iludir teu coração com coisas aparentemente boas, mas que nessa vida não levam a nada e depois te levam à morte eterna.

O homem foi criado com o livre arbítrio. Tem a total capacidade de decidir por si só o que fazer, como e quando fazer. Na realidade Deus nos fez assim para decidirmos adorá-lo. Ele quer nosso coração por inteiro, não apenas a parte que quer ir à igreja e fazer tudo certinho. Ele quer a decisão completa de renuncia deste mundo. Jesus pagou um alto preço por você e por mim.

Não divida seu coração. Entregue todo ele a Jesus, se renda a Ele por completo e deixe-O ser o dono do teu coração. Não faça isso só na razão, ou apenas por convencimento. Peça para que Deus revele ao teu coração o preço que Jesus pagou por nós.

Samuel e Débora Costa
Colaboradores, Palestrantes e Treinadores da UDF.
www.samueledebora.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *