Certa vez um homem viu do outro lado do rio uma bela donzela, por quem loucamente se apaixonou. Mas a única forma de chegar até ela era construindo uma ponte. Do outro lado a donzela viu um belo rapaz que parecia um príncipe, muito encantador. Mas ela estava com o mesmo problema e não viu outra solução a não ser construir uma ponte para ir ao encontro dele. Os dois construíram, cada um do seu lado e algo lindo começou a acontecer. Eles se encontraram exatamente no meio do rio. Quando viram, cada um tinha construído a sua metade. Assim puderam ter um lindo relacionamento de amor.

Apesar de ser uma história linda e romântica, possui algumas lições profundas:

  • O que segura o casal em um relacionamento é a qualidade do material que cada um usou na construção da ponte. Isso determinará o quão resistente ela será às enchentes, terremotos e problemas que o mundo impõe.
  • Os dois construíram juntos e por igual. O relacionamento não se mantém às custas de apenas uma pessoa. Do contrário ela se tornaria “dona” daquele relacionamento. Cada um tem seu papel e sua função importante nessa relação.
  • Para construir um relacionamento é preciso trabalhar, estudar, se preparar. Se um deles não tivessem se precavido com bons materiais, cursos preparatórios sobre como construir pontes, lido livros, etc., eles não teriam conseguido se encontrar.
  • Cada um tem uma escolha de se encontrar com uma pessoa ou não. Você tem a escolha, mas quem dá a capacidade e a direção para onde a ponte será construída é Deus.
  • Não se constrói uma ponte sozinho. Peça ajuda para seus pais, líderes, “marceneiros e/ou engenheiros habilidosos” e pessoas que já tiveram uma experiência semelhante. Não procure colegas e pessoas tolas e sem sabedoria. Elas levarão a sua ponte para o lugar errado.

Possivelmente existam mais ensinamentos nessa história. Se quiser contribuir, escreva abaixo que iremos aumentando essa lista.

Construa você também sua ponte, com muitos conselhos sábios, e principalmente com a direção de Deus.

Samuel e Débora Costa
Palestrantes, Colaboradores e Treinadores da UDF.
www.samueledebora.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *